Não sei qual faculdade fazer! E agora?

COMPARTILHAR
Tempo estimado de leitura: 7 minutos

Ingressar em uma faculdade não é uma decisão fácil. Afinal de contas, a nossa escolha irá influenciar grande parte da nossa vida profissional e, além disso, é algo que irá fazer diferença na nossa vida – tanto em termos de investimento quanto de conhecimento. Por isso, é comum que você fique em dúvida e pense “não sei qual faculdade fazer”.

Mas, calma! Pois nós vamos te ajudar com essa escolha. No artigo de hoje, vamos trazer algumas dicas para você decidir o seu curso superior. “Não sei qual faculdade fazer?” Este artigo é para você. Então, acompanhe a leitura e tome a sua decisão!

Não sei qual faculdade fazer! Como escolher a melhor opção? 

Não sei qual faculdade fazer? Bem, o primeiro passo é decidir o tipo de curso que você deseja ingressar. São eles: bacharelado, licenciatura e tecnólogo. Abaixo, conheça as diferenças entre cada um deles.

Bacharelado

Os cursos de bacharelado têm uma duração de 4 a 6 anos, com uma formação mais abrangente, ou seja, prepara o estudante para as mais diversas áreas da profissão. Se você ainda para e pensa: “não sei qual faculdade fazer, mas quero ter múltiplas opções de carreira”, o bacharelado é uma boa opção.

Em geral, os cursos bacharéis são bem conhecidos, como, por exemplo, Medicina, Odontologia, Arquitetura, Direito, Jornalismo, entre outros. 

Licenciatura

Já os cursos de licenciatura são destinados à formação de professores da educação básica (fundamental e médio). Por isso, a grade curricular inclui disciplinas pedagógicas e de prática docente. Se você pensa “não sei que curso escolher, mas gosto de dar aulas”, a licenciatura é uma opção.

Os cursos mais populares envolvem as próprias disciplinas da educação básica, como, por exemplo, as faculdades de Biologia, Física, Química, Letras (Português), História, Matemática, entre outros.

Tecnólogo

Os cursos superiores de tecnologia (tecnólogos) são reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC), da mesma forma como o bacharelado e a licenciatura. Porém, a duração média é menor, entre dois a três anos. A capacitação do estudante é para uma área bastante específica, com foco no mercado de trabalho.

“Não sei qual faculdade fazer, mas quero começar logo na profissão”? A formação tecnológica pode ser uma opção, já que você terá contato rapidamente com a prática profissional.

Qual área devo escolher?

Outro ponto importante que deve ser considerado na hora de escolher a faculdade é justamente a área de atuação, ou seja, qual o campo que você deseja trabalhar. Os cursos tendem a se concentrar em três grandes áreas: Humanas, Exatas e Biológicas

“Não sei qual faculdade fazer e qual a área que devo escolher”? Conheça a seguir mais sobre essas áreas e saiba qual é a sua!

Humanas

As Ciências Humanas, ou Humanidades, têm como foco de estudo o próprio ser humano e as suas relações com a sociedade. Portanto, são vertentes fundamentais para compreender essa ciência:

  • filosofia (compreensão do ser humano);
  • comunicação (como ser compreendido no mundo) e 
  • sociologia (a relação do ser humano com o mundo). 

Aqui encontram-se os cursos de História, Ciência Política, Relações Públicas e até mesmo o campo das Artes. 

A imagem contém um jovem digitando em seu notebook e sorrindo, pois encontrou a resposta para a dúvida "Não sei qual faculdade fazer".
“Não sei qual faculdade fazer!” Para descobrir, é preciso pesquisar muito sobre quais são os cursos, as áreas e as faculdades existentes.

Exatas

Já as Ciências Exatas têm como principal foco o raciocínio lógico, tendo a matemática e a física como elementos centrais. Alguns exemplos de cursos nessa área são: Engenharias, Ciência da Computação, Sistemas da Informação, etc.

Biológicas

Por fim, a área de Ciências Biológicas envolve os temas que tratam sobre a natureza, o estudo dos seres vivos e o meio ambiente. São exemplos: Biologia, Química, Medicina, Veterinária, Enfermagem e muito mais.

Dicas para escolher qual faculdade fazer

Está se perguntando: “mas, ainda não sei qual faculdade fazer. E agora?”. Tudo bem, sem desespero. Temos mais dicas para te ajudar a escolher a sua faculdade. Leia abaixo!

1 – Faça testes vocacionais

Os testes vocacionais são ótimas ferramentas que te ajudam na decisão do curso. Através de uma pesquisa rápida e simples, com perguntas-chave, é possível conhecer mais sobre você e quais cursos combinam mais para o seu perfil

Você pode encontrar alguns testes vocacionais aqui na internet, ou até mesmo agendar consultas com psicólogos, para ter resultados mais precisos.

2 – Pesquisa da relação entre curso e mercado de trabalho

A relação do curso com o mercado de trabalho também é algo que deve ser levado em consideração na hora de escolher a sua faculdade. Assim, você saberá quais profissões estão em alta e com boas perspectivas de crescimento.

3 – Converse com profissionais da área

Se você está pensando “não sei qual faculdade fazer, mas gosto de uma área”, uma dica é conversar com profissionais atuantes, que fizeram o curso do seu interesse. 

Isso te ajuda a ter uma visão mais abrangente de como está o mercado de trabalho, como foi a experiência do profissional durante o curso e se é realmente essa faculdade que você está buscando.

4 – Avalie a grade curricular do curso

Outra maneira de avaliar se o curso é realmente para você é através da grade curricular. Por lá, é possível conhecer todas as disciplinas abordadas na faculdade, bem como os assuntos e temáticas ensinadas durante o curso. 

Ou seja, antes de afirmar “não sei qual faculdade fazer”, é possível ter um vislumbre dos seus anos de ensino com a grade curricular.

Como escolher a faculdade?

Agora que você tem uma ideia de como escolher o seu curso ideal, está na hora de decidir sobre a sua faculdade. Isso também não é fácil, já que você encontra diversas opções, com variações de preço (e também de qualidade de ensino). Vamos a algumas dicas!

Saiba se a instituição é reconhecida pelo MEC

Ter reconhecimento pelo MEC é uma garantia de que a sua faculdade tem um bom ensino e está devidamente regularizada pelo Governo Federal. Dessa forma, a falta de certificação significa que a sua formação não é válida, isto é, você fez o curso, mas, devido à falta de reconhecimento da sua instituição pelo MEC, o seu diploma não tem validade legal.

Pesquise os resultados de ensino

“Não sei qual faculdade fazer, mas quero uma de qualidade”. Esse deve ser um dos principais pontos na hora de escolher a instituição. Por isso, avalie os resultados dos cursos, ou seja, se a pontuação é alta no MEC, ou mesmo a opinião de outros estudantes que frequentaram a faculdade.

Converse com ex-alunos

Ter uma opinião mais particular e pessoal, com relatos de experiência, é uma boa forma de avaliar se a faculdade realmente é boa. Então, tente conversar com ex-alunos da instituição e perguntar mais sobre a carreira profissional deles.

Avalie a localização e o custo-benefício

Além da qualidade, a instituição também deve ter uma boa infraestrutura e boas condições de pagamento para atender seus alunos. Sendo assim, vale a pena avaliar se a localização e o custo-benefício atendem às suas necessidades, oferecendo segurança aos estudantes e oportunidades de negociação.

“Já escolhi meu curso, mas ainda não sei qual faculdade fazer, e agora?” O Ibmec tem o que você precisa! Conheça os nossos cursos de graduação e a nossa metodologia inovadora. Você vai se formar com a certeza de que está preparado(a) para o mercado de trabalho.

CADASTRE-SE PARA RECEBER INFORMAÇÕES SOBRE NOSSOS CURSOS

Informe o seu nome completo
Informe um número de celular válido
Li e concordo com a política de privacidade, bem como com o tratamento dos meus dados para fins de prospecção de serviços educacionais prestados pelo IBMEC e demais instituições de ensino do mesmo Grupo Econômico
Preencha todos os campos obrigatórios