Gestão de desempenho: tenha uma equipe mais produtiva

COMPARTILHAR
Tempo estimado de leitura: 7 minutos

Uma equipe eficiente, engajada e proativa é o sonho de toda empresa. Mas, para conseguir esse time dos sonhos, é preciso investir na gestão de desempenho.

A importância da aplicação dessa metodologia se comprova nos resultados que ela traz às organizações. A título de exemplo, uma pesquisa realizada pelo Hay Group mostra que o engajamento entre os colaboradores impacta 56% em aspectos intangíveis (ambiente de trabalho, clima organizacional, satisfação etc) e 42% em aspectos financeiros (salários, benefícios e bônus).

Observando essas porcentagens, é possível perceber rapidamente que a gestão de desempenho é essencial para o bom desenvolvimento e sucesso da empresa. Mas o que ela significa, como funciona e como aplicá-la? Confira a seguir tudo o que você precisa saber sobre a gestão de desempenho.  

O que é e para que serve a gestão de desempenho?

A gestão de desempenho é um processo utilizado para analisar e aprimorar o desenvolvimento dos colaboradores. Para isso, ela observa todas as tarefas e funções executadas, bem como os resultados e problemas do regime empresarial.

Dessa forma, a gestão de desempenho está diretamente ligada à gestão estratégica de pessoas, que tem o objetivo de conduzir e desenvolver o capital humano dentro das organizações. 

Para que a esse tipo de gestão funcione de forma eficaz, ela precisa ser feita diariamente, com o objetivo de estimular e ampliar as habilidades coletivas e individuais. 

Assim, a empresa promove um melhor aproveitamento do capital humano, reduz a rotatividade de colaboradores, mantém um nível de performance mais eficiente e, principalmente, melhora a motivação e o engajamento da equipe. 

Qual a importância da liderança organizacional na gestão de desempenho? 

A figura do líder é muito importante dentro de qualquer ambiente de trabalho. Isso porque ele é responsável por orientar, mediar, avaliar e, obviamente, liderar seus colaboradores.

Dessa forma, a liderança organizacional precisa acompanhar as práticas e as tarefas para se certificar que elas estejam alinhadas ao propósito da empresa. E essa não é uma tarefa fácil, visto que é preciso ter um bom controle e conhecimento de tudo que ocorre na rotina de trabalho. 

Na gestão de desempenho, o líder tem o papel fundamental de auxiliar e acompanhar a execução das demandas, orientando e motivando os colaboradores, como também deve estar sempre à frente na tomada de decisão. Percebe-se, então, que a liderança organizacional é a chave para uma boa gestão de desempenho e, sem ela, a empresa pode sofrer com um caos decorrente da falta de controle.

Por isso, a liderança organizacional deve manter o equilíbrio e a harmonia dos processos, prezando por boas práticas, como a atenção às habilidades individuais, a constante mediação entre os funcionários, a promoção de um diálogo aberto etc.

Como se faz gestão de desempenho?

A teoria já prova que a gestão de desempenho traz resultados e benefícios variados para a organização empresarial. Mas como, de fato, aplicá-la? Confira:

Treine seu líderes 

Como já abordado, a liderança organizacional é essencial para o bom funcionamento da empresa. Assim, o primeiro passo para aplicar a gestão de desempenho é preparar os líderes de acordo com as necessidades e os objetivos da empresa

Além disso, é preciso ressaltar que o líder é a figura máxima de exemplo a ser seguido. Nesse sentido, um líder que não domina sua função pode afetar negativamente na atuação dos colaboradores. 

A imagem contém uma gestora aplicando gestão de desempenho à sua equipe.
Uma boa gestão de desempenho exige uma excelente liderança organizacional!

Delimite claramente os objetivos a serem alcançados

Muitas empresas sofrem com a falta de comunicação e transparência das decisões, objetivos e processos. E essa é a receita para o desastre. A gestão de desempenho precisa, portanto, contar com uma boa definição de metas, a fim de que cada função esteja alinhada com o objetivo proposto

Dessa forma, deixando claros os objetivos, os funcionários têm um norte para seguir, facilitando a execução das tarefas e a resolução de possíveis problemas.

Acompanhamento próximo e diário

Integrar a gestão de pessoas dentro de uma empresa não é uma tarefa pontual e metódica. Ela envolve todo um processo que precisa ser acompanhado de perto e com frequência.

Nesse sentido, é preciso criar métodos para seguir de perto os resultados. Assim também é possível antecipar as falhas e facilitar a tomada de decisão e de soluções estratégicas.

Invista em tecnologia e indicadores de gestão

O acompanhamento da gestão de desempenho deve ser feito por meio de métricas e indicadores de performance. Para isso, é possível utilizar, por exemplo, um software de RH, tornando mais simples e eficiente a supervisão da gestão de desempenho. 

Isso porque esses indicadores de gestão mapeiam os problemas, oferecem resultados mais assertivos, fazem a integração e o cruzamento dos dados e auxiliam na organização do RH. Dentre as ferramentas possíveis, podemos citar QRPoint, Performance Prism e People Analytics, que facilitam, organizam e otimizam o trabalho de gestão.

Metodologias para gestão de desempenho em empresas

Existem 3 principais metodologias para desenvolver a gestão de desempenho: pesquisa de clima, análise SWOT e ciclo PDCA.

A pesquisa de clima tem o objetivo de medir o nível de satisfação e empenho dos colaboradores e mapear de forma panorâmica o cenário interno das organizações. Isso auxilia na tomada de decisões, no planejamento e na gestão estratégica de pessoas.

Similarmente, a análise SWOT também tem o objetivo de mapear os processos internos, criando um diagnóstico das forças, fraquezas, oportunidades e ameaças da empresa.

Por fim, o ciclo PDCA se resume em 4 práticas: planejar, fazer, checar e agir. Aplicando essa metodologia, é possível ter mais controle dos processos internos, observando mais facilmente as possíveis falhas e aplicando soluções mais satisfatórias.

Etapas do ciclo de gestão de desempenho

Os ciclos da gestão de desempenho são os períodos de avaliação de performance dos colaboradores, sendo divididos em 4 etapas:

1- Definição de expectativas

A primeira etapa é alinhar as expectativas entre gestores e colaboradores. Para isso, é necessário delimitar e descrever claramente as funções, as metas a serem buscadas e deixar explícito o plano de ação.

2 – Acompanhamento

Essa etapa deve ser aplicada continuamente, monitorando o processo de gestão de desempenho. Isso porque é preciso analisar se a equipe está em harmonia e se as tarefas estão sendo executadas dentro do previsto. Nesse caso, é muito importante fornecer feedbacks aos colaboradores, prezando pelo desenvolvimento contínuo e pela segurança na realização das demandas.  

3 – Avaliação de desempenho

É preciso avaliar pontos como a satisfação dos colaboradores, as competências e habilidades individuais, o tempo de execução das tarefas, o clima geral dentro da organização, dentre outros dados importantes para manter a regularidade da gestão de desempenho.

4 – Atividades de desenvolvimento

É muito importante manter os funcionários treinados e em contínua capacitação, dentro e fora da organização. Isto é, busque promover treinamentos que lapidem e intensifiquem as habilidades dos colaboradores.

Além disso, o treinamento também é importante para sanar as falhas que aparecem ao longo dos processos. Esse investimento em qualificação e profissionalização, além de melhorar a performance da empresa, também valoriza a equipe. E um funcionário valorizado tende a exercer muito melhor sua função. 

Diferença entre gestão e avaliação de desempenho

Apesar de serem igualmente importantes para o setor de RH, a gestão de desempenho e a avaliação de desempenho são processos diferentes, mas complementares. A principal diferença entre os dois processos está na amplitude de suas análises.

Enquanto a gestão de desempenho é um processo de controle geral da dinâmica e performance empresarial, a avaliação de desempenho analisa especificamente as tarefas executadas pelos colaboradores. Assim, nota-se que a avaliação de desempenho é uma ferramenta utilizada na gestão de desempenho

Agora que você já sabe tudo sobre gestão de desempenho, o que acha de compartilhar este conhecimento em suas redes sociais?

CADASTRE-SE PARA RECEBER INFORMAÇÕES SOBRE NOSSOS CURSOS

Informe o seu nome completo
Informe um número de celular válido
Li e concordo com a política de privacidade, bem como com o tratamento dos meus dados para fins de prospecção de serviços educacionais prestados pelo IBMEC e demais instituições de ensino do mesmo Grupo Econômico
Preencha todos os campos obrigatórios