Tipos de graduação e como escolher entre elas

COMPARTILHAR
Tempo estimado de leitura: 5 minutos

A tecnologia dá uma forcinha para quem quer fazer uma faculdade e não consegue se deslocar até a instituição de ensino todo dia. Assim, entre os tipos de graduação, além do modelo mais tradicional, que é o presencial, você pode escolher entre o digital e o flex.

Dessa forma, o aluno fica à vontade para decidir não só o curso de seu interesse, mas também o formato que vai se encaixar direitinho na sua rotina. Afinal, ninguém precisa ficar louco com os horários para dar conta de tantos compromissos.

Quer investir na carreira e precisa de um esquema que se adapte ao seu dia a dia? Então, vem com a gente e fique por dentro!

Por que fazer a escolha certa do tipo de graduação?

Não é segredo que, para conseguir as melhores vagas de emprego e bons salários, é preciso ter um diploma do ensino superior. Acontece que muita gente trabalha e não tem o dia todo disponível para se organizar e assistir às aulas. Além disso, algumas pessoas moram longe da faculdade, por isso é inviável se deslocar todo dia até lá.

Esses são apenas alguns motivos: há quem tem filhos pequenos ou alguma questão de saúde que dificulta a presença em sala de aula. E não é por conta disso que esse pessoal precisa deixar de lado o sonho de se formar.

Isso porque existem diferentes tipos de graduação que permitem ao aluno acompanhar o conteúdo mais tranquilamente. Com o formato que se encaixa em suas necessidades, você pode aproveitar bem todas as disciplinas e se preparar para ter uma carreira sem estresse, pois vai dar conta de outras atividades e obrigações já presentes em sua rotina.

Quais tipos de graduação existem?

Bom, aposto que você está curioso para saber os modelos que são possíveis escolher na hora de fazer a faculdade. Como dissemos, a tecnologia facilitou o jeito de o aluno assistir às aulas, trazendo versatilidade ao ensino superior. Veja a seguir os formatos existentes e suas vantagens.

Presencial

Aqui é aquele formato mais conhecido, já que todas as aulas e práticas em laboratório acontecem no espaço físico da faculdade. Desse modo, o aluno acompanha todas as disciplinas ao lado da turma e com o professor em sala.

É necessário, portanto, dirigir-se diariamente até o campus para fazer a graduação. Nesse formato estão vários cursos, entre eles: Medicina, Enfermagem, Arquitetura e Urbanismo e Direito.

Ensino Digital

Já no digital, ocorre o contrário do presencial, visto que 100% das aulas são online: o aluno acompanha todas as disciplinas por um computador ou tablet por meio de uma plataforma virtual de aprendizagem.

Ele precisa se deslocar até o polo de ensino somente para provas, trabalhos e apresentação do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). Mas tudo é previamente agendado a fim de não comprometer a rotina.

Estudar a distância é bastante prático: dá autonomia ao estudante, pois não há um horário fixo para acompanhar as aulas, já que é ele mesmo quem monta o próprio cronograma de estudos.

É preciso destacar ainda que esses cursos têm mensalidades mais baixas que os presenciais. Aqui você encontra a graduação tecnológica e outros cursos, entre eles:

  • Administração;
  • Pedagogia;
  • Jornalismo;
  • Licenciatura em Matemática;
  • Serviço Social.

Flex

Se entre os tipos de graduação tem o presencial e o ensino digital, o que seria o flex? A graduação flex é uma modalidade que une o melhor desses dois formatos, um mix de encontros presenciais e aulas online. Funciona assim: o aluno acompanha as aulas teóricas na plataforma virtual, em seu computador, porém, as práticas em laboratório são previamente agendadas e realizadas no campus.

Bacana, né? É bastante versátil e também tem mensalidades mais enxutas que o presencial. Com esse modelo, dá para ter aulas online mesmo em formações nas quais há uma parcela da grade curricular voltada às habilidades práticas, como alguns cursos de Engenharia e da área da saúde.

Dá para optar pelo modelo flex em uma das diversas graduações, como:

  • Engenharia Civil;
  • Engenharia de Produção;
  • Fisioterapia;
  • Farmácia;
  • Rede de Computadores.

Como fazer a melhor escolha?

Agora que você conhece os tipos de graduação, deve estar imaginando como optar pelo formato certo. Há diversos aspectos a serem avaliados, como:

  • as atividades que já fazem parte da sua rotina — descubra se é possível conciliá-las com um esquema de estudos fixo;
  • sua disponibilidade de horário para fazer a faculdade;
  • seu jeito de aprender — tem aluno que gosta de estudar por conta própria, enquanto outros preferem o professor ao lado;
  • a distância da sua casa até a instituição de ensino;
  • a área do conhecimento que você quer cursar, visto que, para alguns cursos, há somente a opção presencial.

Ficou animado em começar a estudar? Os tipos de graduação permitem que todo mundo consiga se organizar e dar o primeiro passo rumo a um futuro profissional de sucesso.

Leia maisTipos de emprego: como escolher o melhor para mim?

CADASTRE-SE PARA RECEBER INFORMAÇÕES SOBRE NOSSOS CURSOS

Informe o seu nome completo
Informe um número de celular válido
Li e concordo com a política de privacidade, bem como com o tratamento dos meus dados para fins de prospecção de serviços educacionais prestados pelo IBMEC e demais instituições de ensino do mesmo Grupo Econômico
Preencha todos os campos obrigatórios